Baobá Centenário da Praça da República, Recife – PE

Baobá Centenário da Praça da República, Recife - PE

Compre mudas de baobá em Uberaba Minas Gerais.

Por: Cleide Alves
[email protected]


Localizada no bairro de Santo Antônio, Centro do Recife, a Praça da República é o mais antigo jardim público da cidade, com origens no período holandês, no século 17. A área verde como conhecemos, projetada em 1875 pelo engenheiro Emile Beringer, passou por mudanças em 1920 e foi reformada por Burle Marx em 1937. Paisagista de renome internacional, ele plantou palmeiras, instalou uma fonte luminosa e definiu passeios mais largos que, a partir da fonte, levam aos prédios próximos.

A praça se interliga com o Palácio do Governo, o Teatro de Santa Isabel, o Palácio da Justiça e as margens dos Rios Capibaribe e Beberibe. “Burle Marx deu o aspecto monumental à Praça da República, o jardim precisa de cuidados diários e infelizmente a manutenção do lugar é precária”, declara a arquiteta Ana Rita Sá Carneiro, coordenadora do Laboratório da Paisagem da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Em vistoria realizada em 2016, a UFPE constatou o plantio indiscriminado de baobá na praça e de palmeira-imperial na calçada, substituindo o ficus-benjamina. Pés de palmeira-imperial que ficavam no trecho mais próximo do rio e morreram estão sendo trocados por palmeira-leque-de-finji. A equipe do laboratório sugere a retirada das espécies que não foram indicadas por Burle Marx.

Ana Rita defende a elaboração de um plano de gestão para a Praça da República e para os outros cinco jardins do paisagista tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 2015. “Burle Marx pensou essas áreas como obras de arte e é assim que elas devem ser tratadas”, destaca a arquiteta. “Os lotes que contornam as praças e funcionam como a moldura dos jardins também devem ser levado em consideração.”